Seguidores

domingo, 5 de maio de 2013

LIVRO- PROMESSAS DO GIRINO

Este livro é muito bacana. Com ele conseguimos trabalhar vários conteúdos, principalmente o de Ciências.
Estamos com o Projeto Borboletas, e ele nos dá bom complemento, quando fala da metamorfose do sapo e da borboleta. Além dos valores que ele nos passa, sobre as mudanças que acontece na vida das pessoas. Muito bom. Com e ele se trabalha muitos conceitos.

 
A PROMESSA
 DO GIRINO

Onde a pontinha do salgueiro se debruça na água, um girino encontrou uma lagarta. Um olhou nos olhinhos do outro... e os dois se apaixonaram.
Ela era o belo arco-íris dele, e ele era a brilhante pérola negra dela.
- Eu amo tudo em você - disse o girino.
- Eu amo tudo em você - falou a lagarta.
- Prometa que você nunca vai mudar...
- Eu prometo - ele respondeu.
Mas tão certo quanto o tempo muda, o girino não conseguiu manter a sua promessa. Quando encontrou de novo com a lagarta, duas pernas haviam nascido nele.
- Você quebrou a sua promessa - disse a lagarta.
- Me perdoe - pediu o girino - eu não pude evitar. Nem quero estas pernas... Tudo o que quero é o meu belo arco-íris.
- Tudo o que quero é a minha brilhante pérola negra. Prometa que você nunca vai mudar... - pediu a lagarta.
- Eu prometo - ele disse.
Mas tão certo quanto as estações mudam, quando eles se encontraram de novo, dois braços haviam nascido no girino.
- É a segunda vez que você quebra a sua promessa! - exclamou a lagarta.
- Me desculpe - implorou o girino - nem quero estes braços... Tudo o que quero é o meu belo arco-íris.
- Tudo o que quero é a minha brilhante pérola negra. Vou lhe dar uma última chance - disse a lagarta.
Mas tão certo quanto o mundo muda, o girino não conseguiu manter a sua promessa. Quando se encontraram de novo, ele já não tinha mais cauda.
- Você quebrou a sua promessa três vezes, e acabou partindo meu coração - disse a lagarta.
- Mas você ainda é o meu belo arco-íris - falou o girino.
- Mas você não é mais a minha brilhante pérola negra. Adeus.
Ela rastejou galho acima no salgueiro, e chorou até dormir.
Numa noite enluarada e quente, ela acordou. O céu tinha mudado. As árvores tinham mudado. Tudo mudara... menos o amor dela pelo girino. Mesmo ele não tendo cumprido a promessa, ela decidiu perdoá-lo. Agitou suas asas e saiu borboleteando atrás dele.
Onde a pontinha do salgueiro se debruça na água, um sapo estava sentado numa vitória-régia.
- Com licença - a borboleta se aproximou e disse:
- Você viu a minha brilhante pérola...
Mas antes que ela pudesse dizer "negra", o sapo deu um pulo e a engoliu, de uma só vez.
E ele continua lá, esperando... pensando com carinho no seu belo arco-íris... se perguntando onde ele andará.


Jeanne Willis
fonte daqui https://sites.google.com/site/wqinfantil/apromessadogirino.

MEUS OUTROS BLOGS...


CURIOSA

Blog Coletivo-Uma Interação de Amigos-

Poetas-Um Voo Livre-

Sinal de Liberdade-uma expressão de sentimento.-


MEUS MIMOS/SEUS PRESENTES

Um comentário:

  1. Um livro maravilhoso para ser trabalhado em todos os sentidos.
    Sandra

    ResponderExcluir

Estou muito feliz que você esta fazendo parte desta nova aprendizagem. Deixe seu recadinho.
Agradeço com muito carinho.